"Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a Mim, porque dos tais é o reino dos céus." Senhor Jesus Cristo
Mateus 19:14
RSS

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Livro Sem Palavras em 3D


Leia Mais...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Vídeo: Ações de Graças



Leia Mais...

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Borboletas

A lagarta para se transformar em borboleta precisa passar por um período longo de vários estágios.
A borboletas nos ensina que fases são necessárias para que haja transformação no nosso caráter. Não se pode pular nenhuma delas porque são indispensáveis para o processo de mudanças que começa a partir do momento em que aceitamos Jesus como nosso Salvador.

“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já se passaram; eis que se fizeram novas” (2 Coríntios 5.17).

A descoberta do câncer em minha vida trouxe muitas longas e silenciosas metamorfoses. 
Momentos que eram somente meu e de Deus.
Agora estou vivendo uma nova etapa, uma nova visão sobre a Obra de Deus e de Sua Pessoa.
Hoje sou como uma borboleta que saiu do casulo...pronta para voar e alcançar muitas crianças para Cristo.
Miss Darlene Alencar


Leia Mais...

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Convite

Esse é o convite para o culto de Ações de Graças pelo que Deus tem feito em minha vida. Sua presença é muito importante para mim. Por favor ore e divulgue em sua Igreja.
Teremos uma lembrancinha especial.
Com amor,
Miss Darlene
Leia Mais...

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Livre da Bolsa


"Louvem o nome do SENHOR, porque só o seu nome é excelso; a sua majestade é acima da terra e do céu" (Salmo 148:13).

Louvo ao Senhor pelo que Ele fez durante o começo desse ano que está iniciando. Vejam que grandes bençãos!
No dia 02 de janeiro recebi a ligação do Dr, Ricardo perguntando se eu podia mi internar naquele mesmo  dia para a fazer a cirurgia no 03. Com grande alegria eu disse que sim. A minha amiga e missionária Vandyrene estava comigo naquele momento e nos ajoelhamos diante do Senhor por essa grande notícia.

Então, já fiz a cirurgia e já estou em casa.
Livre do Câncer!
Livre da Bolsa!
Louvado seja o nome do Senhor Jesus.

Sou grata a Deus pelas suas orações e pela sua igreja que me acompanhou durante toda a minha luta contra a doença.

Se Deus no dia 02 de fevereiro teremos na minha Igreja (Igreja Bíblica Batista do Planalto) um culto de Ações de graças pela graça e misericórdia de Deus em minha vida. Assim que tiver o convite enviarei pelo e-mail. Desde já reserve essa data para alegrar-se comigo naquela noite especial.

Agora é recuperar-me bem e descansar. Volto para a médica para revisão na próxima semana e vou ficar sendo acompanhada durante os próximos anos.

Que sua semana seja maravilhosa assim como está sendo a minha.
No amor de Jesus,
Miss Darlene
Fotógrafo Fortaleza
📷 Originale Fotografia
#PhotographerFortaleza 🇧🇷🌍
Henrique e Thaline Prudêncio 💙
#FotógrafoFortaleza
⬇📲 Orçamentos no link ⬇
bit.ly/wpporiginale




Leia Mais...

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

O Ano de 2019

Quando descobri que estava com câncer não imaginava que chegaria no ano de 2019 porque não tinha certeza que aguentaria o sofrimento. 
Deus na Sua graça me deu esse versículo: "...esta enfermidade não é para a morte, e sim para a glória de Deus..." (João 11:4)

Durante o ano de 2018 fiquei sabendo de pessoas que também estavam com câncer e esperavam um milagre. Na verdade duas dessas pessoas partiram para a glória e estão livres de todo sofrimento que enfrentaram durante o seu tempo aqui na terra.

Charles Spurgeon costumava dizer que as promessas de Deus nunca brilham com tanta intensidade quanto na fornalha da aflição. Posso afirmar com toda convicção que isso é verdade porque os versículos de consolo e promessas saltavam das páginas das Escrituras diretamente para o meu coração trazendo uma grande paz.

Não sou melhor do que ninguém, mas esse ano tenho grandes expectativas nas promessas de Deus reservadas para mim. 
As dificuldades que o Senhor permitiu em minha vida, me ajudaram a confiar mais n'Ele e descansar em seus braços. 
Alguns momentos não foram nada fáceis e as lágrimas vieram com muita intensidade. Então o Senhor trouxe à minha mente o que me deu esperança. Toda dor passa e um dia passará para sempre.

"E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram" (Apocalipse 21:).

Nas provas da vida há sempre um "depois". Alguém escreveu: "Deus nunca desperdiça o sofrimento".

Ao sairmos de uma prova não somos mais os mesmos porque Deus trabalha no nosso caráter e cresce um profundo amor por Ele e pela Sua Palavra.

Seja qual for o problema que enfrentaremos nesse novo ano temos a certeza que o Pastor caminha do nosso lado. Com a Sua presença constante não há espaço para o medo.

"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel" (Isaías 41:10).

Um abençoado 2019









Leia Mais...

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

O Verdadeiro Sentido do Natal

Textos: Lucas 1:26-38; Mateus 1:18-25
Versículo para Memorizar: "Ela dará à luz a um filho e lhe porá o nome de Jesus, por que ele salvará o seu povo dos pecados deles” (Mateus 1:21)
Objetivo: Ensinar a criança sobre o Verdadeiro sentido do Natal através de três verdades fundamentais.

INTRODUÇÃO:
Quantos de vocês gostam da época do Natal? Porque? (espere resposta).  Você sabia que compras, divertimentos, Papai Noel, árvores, presentes e outras lendas encobrem o verdadeiro sentido do Natal? Com a finalidade de tirar proveito da história do Natal, as pessoas estão mudando o seu verdadeiro sentido.  O foco do natal é o Senhor Jesus Cristo, o Filho perfeito de Deus.  A história verdadeira do Natal se revela em três verdades fundamentais.
 A FIDELIDADE DE DEUS:
Como Deus revela Sua Fidelidade na história do Natal? Primeiramente cumprindo sua promessa feita no jardim do Éden.
Quando Adão e Eva pecaram contra nosso Deus, o Senhor prometeu enviar um Salvador para pagar pelos seus pecados.  Você sabe o que é pecado? É desobedecer às leis de Deus.  É também tudo aquilo que você faz, pensa e diz que não agrada a Deus. Quando você mente ou fica com raiva de seus pais, pensa mal de alguém – é pecado.  A Bíblia diz que todos pecaram (Romanos 3:23)
Você é pecador e o seu pecado tem quer ser castigado. Deus enviou o Salvador para pagar pelos teus pecados. Deus é fiel, isto quer dizer que Ele cumpre o que promete. 
Deuteronômio 7:9 diz: “Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, e Deus, o Deus fiel...”. Algumas vezes fazermos promessas e não as cumprimos, mas o nosso Deus não esquece. Ele sempre cumpre com Sua palavra. A história do Natal revela outra verdade:
       O PODER DE DEUS:
Como Deus demonstra o Seu Poder por meio da história do natal? Controlando todos os detalhes relacionados à chegada do Seu Filho ao mundo.
Deus enviou o Seu anjo Gabriel a uma jovem chamada Maria que morava na cidade de Nazaré. O anjo disse: “Que a paz esteja com você Maria! Você é muito abençoada. O Senhor está contigo.” (Lucas 1:28) Maria quando ouviu o anjo ficou com medo. Então o anjo continuou: “Não tenha medo Maria! Deus está contente com você. Você ficará grávida e dará luz a um filho e colocará nele o nome de Jesus. Mas como? Maria não conseguia entender? Maria estava noiva de José. 

O anjo explicou que o Espírito Santo viria sobre ela, e o poder do altíssimo a envolveria com a sua sombra.  Por isso o menino seria chamado de santo e Filho de Deus. Pensando ainda nesses acontecimentos, Maria recebeu uma notícia maravilhosa, pois o anjo falou: “Tua parente Isabel está grávida, mesmo sendo idosa, porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas.”

Deus demonstra Seu poder por meio da história do Natal fazendo Cristo nascer de uma virgem e preparando o mundo para receber o Salvador.  A Bíblia diz: “Porque Deus amou ao mundo...(João 3:16) Deus ama você e te criou de uma maneira maravilhosa.  Deus criou tudo o que há neste mundo, o ar, a terra, as plantas, os animais e até o céu sobre as nossas cabeças. Deus é Santo e nunca fez nada de errado. E Ele demonstra Seu poder por meio da história do Natal.  A história do Natal também revela:
 A Salvação de Deus:
      Como? Dando esperança de perdão de pecados.  Ela dará á luz um filho e lhe porá o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.” (Mateus 1:21).
Quando Maria deu à luz a criança fez como o anjo dissera, deu-lhe o nome de Jesus que significa “Salvador”.  Ela enrolou-o em tiras de pano e o colocou numa manjedoura porque não havia lugar para eles na estalagem.  O Senhor Jesus, o Filho de Deus perfeito deixou as riquezas do Céu para vir a terra.  Ele nasceu para ser o seu Salvador.  Jesus cresceu e viveu uma vida normal como você e eu, mas Ele nunca pecou.  Certo dia homens maus o pregaram numa cruz para pagar pelos nossos pecados.  Ele derramou o seu precioso sangue na Cruz do Calvário porque a Bíblia diz: “...E sem derramamento de sangue não remissão de pecados.” (Hebreus9:22b). Depois de morto o colocaram num túmulo, mas ao terceiro dia, ressuscitou dos mortos. Jesus está vivo e está assentado à direita do trono de Deus.
Jesus veio trazer esperança de salvação para todos os povos, inclusive as crianças.  No mundo há pessoas de todas as raças e nacionalidades.  Todas essas pessoas têm uma mesma necessidade: precisam das Boas Novas que são para todos os povos. 
 A verdadeira história do Natal é a história da Fidelidade de Deus, do Seu poder da Sua salvação.
Desafio:
Você que já é um salvo lembre-se que Deus é Fiel e tem um propósito para tua vida.  Não deixe que outras coisas tirem o foco do verdadeiro sentido do Natal que é o Senhor Jesus.  Durante essa época do Natal lembre-se dessas três verdades fundamentais.  Agradeça ao Senhor porque Ele é fiel, é Poderoso e é o Salvador.

Convite:
O Senhor Jesus veio para salvar você do seu pecado, Ele quer perdoar os teus pecados e fazer de você um filho dEle.  Ele já pagou o preço derramando o Seu sangue e levando sobre Si todo o nosso castigo. A notícia boa é que Ele vive eternamente e tem o poder de te salvar. A Bíblia diz: "Crê no Senhor Jesus e serás salvo" (Atos 16:31).
(Faça o convite conforme o Espírito Santo dirigir você)

Autora: Darlene Alencar Oliveira
Fonte: Pregação do Pr. Jenuan Silva Lira (Usado com permissão)
Leia Mais...

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Confiando em um Deus Imutável

Amy Bergen
Aprendendo que tudo vem de Deus

Capítulo I
Amy morava numa pequena fazenda no estado de Kansas nos Estados Unidos. Era uma menina muito esperta que logo aprendeu a andar e treinar cavalos com seu pai. Ele sempre a levava para passear a cavalo, e enquanto andava juntos, ele lhe ensinava capítulos da Bíblia na língua alemã. Ele era alemão, e por causa disse, Amy falava alemão e depois aprendeu inglês quando começou a frequentar a escola. 
Na fazenda, eles plantavam milho e trigo. Também criavam cavalos, vacas, galinhas e patos. Mas, o que Amy mais gostava mesmo era de tirar leite das vacas todo dia, pela manhã e à noite.
Amy juntamente com suas três irmãs e seu irmão iam a uma igreja perto da fazenda. Seus pais eram pobres, não tinham coisas materiais, mas eles tinham algo mais precioso que o ouro. Tinham o amor de Deus em seus corações e assim eles demonstraram muito amor para com seus filhos.
Com seis anos de idade, Amy recebeu Jesus como Salvador numa Escola Bíblica de Férias. Como ela estava feliz, Jesus agora era seu Salvador e amigo. Ela amava a sua professora da Escola Dominical que foi de grande influência no seu crescimento espiritual. No Natal, ela gostava de participar das programações da Igreja. Depois, cada criança recebia bombons e uma laranja.
Em casa, seus pais lhe ensinavam a Palavra de Deus e também como orar. Na Igreja, as verdades bíblicas foram pregadas pelo um pastor chamado Pedro.
Tudo o que Deus dá tem valor – essa foi uma das lições que Amy aprendeu ainda pequena. Seus pais lhe obrigavam a comer tudo o que estava no prato, lembrando que a comida era Deus quem dava e não podia jogar nada fora.
Certo dia Amy estava almoçando na casa do seu tio Otto. Ele gostava muito dela e ela dele. Então, sentada ao seu lado, Amy pensou: “Bem, já que estou longe dos meus pais, não vou precisar comer tudo o que está no prato, e não comeu”. 
Mas, para sua surpresa na hora do jantar, a sua comida foi o que ela tinha deixado no prato ao meio dia. Ninguém disse nada, mas ela guardou essa lição no seu coração. Sempre devemos agradecer a Deus pela provisão de cada dia e não esquecermos de que há muitas crianças que não têm o que comer. Tudo vem das mãos de Deus e devemos ser gratos.
Quando Amy estava com dez anos de idade, sua tia Liliana foi à África servir a Deus como missionária. Depois de aprender a língua do povo, ela começou um Clube Bíblico com as crianças. Ela escreveu uma carta para a família de Amy pedindo oração pela salvação das crianças. Então toda a semana no dia e na hora do Clube Bíblico, a família se ajoelhava ao lado da cama e orava.

Neste tempo, Amy estava estudando na escola sobre o país do Brasil. O professor deu a tarefa de fazer uma lista de coisas que cada criança gostaria de levar na mala se fosse visitar o Rio Amazonas no Brasil. No livro de geografia tinha uma foto do Rio Amazonas com crianças brincando à beira do rio. Ela perguntou a sua mãe se aquelas crianças já tinham ouvido sobre o Senhor Jesus que morreu na cruz pelos seus pecados. Sua mãe respondeu que achava que não. Naquele momento Amy lembrou as orações pelo Clube Bíblico que sua tia estava fazendo na África. Ela começou a pedir a Deus que lhe mandasse como missionária para o Brasil. E quando alguém lhe perguntava o que ela queria ser quando crescesse ela falava: “Uma missionária no Brasil para falar de Jesus às crianças que estão no Rio Amazonas”.

Cada dia deus ia trabalhando na vida de Amy. No oitavo ano na escola, ela teve o privilégio de ter uma professora que amava o Senhor Jesus. O nome dela era Ana. Ela sempre ia à casa de Amy e ensinava princípios da Palavra de Deus. Foi ela quem incentivou Amy a dedicar sua vida para a Obra Missionária.
E você? Você já dedicou sua vida a Deus? Já pediu a Ele pra ser o Senhor da sua vida? Saiba que o Senhor quer usar sua vida para fazer discípulos. Peça a Deus para ser o seu Senhor e que use vida aonde Ele desejar.
Tudo o que temos vem de Deus.

Aprendendo sobre a Fidelidade de Deus

Capítulo II
A fim de realizar o ensino médio, os pais de Amy procuraram uma escola interna que ficava bem longe de casa. Logo no primeiro dia de aula na escola, Amy conheceu Margie que se tornou sua melhor amiga até hoje. Margie era filha única e Amy muitas vezes passava o fim de semana na casa dela. Os pais de Margie a considerava como filha.
Naquela época Amy não queria obedecer às regras da escola. Deus precisou chamar sua atenção. E sabe o que aconteceu? O pai dela sofreu um acidente muito grave e ela teve que deixar a escola para cuidar da fazenda. Foi muito difícil para abandonar a escola.
Certa vez quando ela foi visitar seu pai no hospital, uma enfermeira queria lhe dar um catálogo de uma escola de enfermagem e Amy não queria receber. Ela dizia: “Eu quero ser missionária e não enfermeira”. Mas, a enfermeira insistiu tanto que sua mãe mandou que recebesse o catálogo.
Apesar de ter saído da escola, Amy continuou seus estudos por correspondência e em poucos meses voltou para escola. Deus a ajudou a concluir seus estudos juntamente com sua turma. Foi mais uma lição que ela aprendeu – DEUS É FIEL.
Muitas vezes duvidamos e pecamos contra o nosso Deus, mas Ele nos perdoa e nos ajudar a continuar.
Terminando o ensino médio, Amy matriculou-se no curso de Missões no Instituto Bíblico. Sua amiga Margie também foi estudar no mesmo instituto e ficaram no mesmo quarto. Como os pais de Amy não tinham condições para pagar suas despesas, Amy teve que trabalhar em casa de família. Então, ela assistia às aulas pela manhã, trabalhava à tarde e estudava à noite.
Uma das tarefas do Instituto Bíblico era procurar casas nos bairros pobres da cidade para realizar um Clube Bíblico para crianças. Amy e Margie realizaram esse trabalho juntas. Essas experiências foram muito úteis para a Obra Missionária.

No último ano de estudos, ela começou a procurar as agências missionárias que enviavam missionários para o Brasil. Nenhuma agência lhe aceitava porque ela era solteira, não tinha 21 anos completos e não possuía uma formação especializada como: professora, enfermeira ou médica. Foi nesse momento que Amy se lembrou do catálogo que a enfermeira tinha dado para ela. Porém, o curso era caro e ela não tinha como pagar. Ela ficou muito triste. Teve algo que alegrou muito a Amy foi que na sua formatura tudo estava pago porque ela pagou com seu trabalho e seus pais não se preocupavam com nada.
Deus mais uma vez mostrou a sua fidelidade. “O SENHOR é fiel em todas as suas palavras e santo em todas as suas obras” Salmo 145:13.
Mesmo não sabendo como pagar as despesas, Amy fez sua matrícula na escola de enfermagem, perto da casa de seus pais. Nesta escola os alunos não podiam trabalhar. Eles assistiam às aulas pela manhã e à tarde trabalhavam no hospital para pôr em prática o que aprenderam. Amy orou a deus para que Ele suprisse as suas necessidades financeiras e mostrasse a vontade dEle para a vida dela. O Senhor em poucos dias respondeu as suas orações com um SIM. 
Ela recebeu uma carta da diretora da escola informando que um grupo de senhoras da Igreja Metodista, escolheu o nome de uma aluna para pagar todas as despesas do curso de enfermagem até a sua formatura. E Amy foi a escolhida. Como ela ficou contente, agora ela sabia que Deus a queria como enfermeira, no Brasil. O nosso Deus continua fiel. “Se somos infiéis, Ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo” 2 Timóteo 2:13.
Certo dia, quando Amy estava sentada no alpendre do dormitório, orando para que Deus mostrasse uma agência missionária que trabalhasse com o Brasil, um casal chamado Roberto e Verona Williams chegaram perguntando por Amy, eles eram missionários com a missão “Brasil Gospel Fellowshipe Mission”. Em pouco tempo ela foi aceita pela missão para ir ao Brasil como missionária. Sr. Roberto escreveu para os missionários no Brasil contando que uma nova missionária ia para o campo.

Nesse tempo um amigo de Amy da escola secundária e do Instituto Bíblico chamado Geraldo, já estava no Brasil como missionário. Quando ele soube que Amy estava vindo para o campo, escreveu uma carta para ela e começaram a corresponde-se.
Enquanto isto, ela trabalhava no hospital, guardando dinheiro para comprar as coisas necessárias para levar ao Brasil. Amy dizia: “Quando eu tiver tudo o que preciso, eu irei”. Mas um casal amigo dela sabendo disso deu-lhe um conselho: “Amy enquanto você depender de você mesmo para suprir suas necessidades, você nunca irá ao Brasil. Deixe o seu emprego, avise sua Igreja que Deus este te chamando. Dependa do Senhor para suprir suas necessidades”.

Ela aceitou o conselho. A sua Igreja prometeu dá todo o sustento mensal, a passagem de avião e tudo o que precisaria levar para o Brasil. Também prometeu orar fielmente por ela. O coração de Amy transbordava de alegria e gratidão a Deus.
Quando Deus chama, Ele mesmo se encarrega de cuidar da pessoa, pois o Senhor é o dono da Obra Missionária. Vale a pena confiar na fidelidade de Deus. Tudo quanto Deus nos prometeu, Ele cumprirá, pois é fiel.
“Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” 1Tessalonicenses 5:24.

Aprendendo a Confiar em Deus

Capítulo III
 Em dezembro de 1954, Amy estava pronta para vir ao Brasil. O Sr. Roberto alugou um grande reboque para colocar as bagagens. Depois de se despedir da família partiram para Nova Iorque. Chegando lá, deixaram as bagagens no porto de embarque e foram para uma casa de hóspede que tinham reservado para passar a noite. O Consulado brasileiro tinha mandado o visto de Amy para essa casa, mas quando chegaram lá os quartos estavam todos lotados. Enquanto conversavam com a recepcionista, Amy viu um envelope com seu visto e a moça já tinha escrito “Volte ao remetente”, ao invés de entregar para Amy ela colocou dentro da caixa postal. Sem visto, Amy não podia viajar com Sr. Roberto e família. O que ela iria fazer?

Naquela noite, ela quase não conseguia dormir. Amy teria que voltar para casa que era muito longe e ela estava com medo de dirigir sozinha. O Sr. Roberto tinha oferecido seu carro para ela voltar a Kansas.  Era inverno e havia neve e gelo na estrada. Também não tinha dinheiro bastante para colocar gasolina. Ela chorou e orou ao Senhor. Deus colocou em seu coração o versículo: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas” Provérbios 3:5 e 6. Que conforto para o seu coração! Ela entregou tudo nas mãos do Senhor e descansou nEle.
No dia seguinte, foram ao aeroporto e graças ao Senhor, eles permitiram que Amy fosse até a porta do avião para receber as capas de inverno do Sr. Roberto e família. Antes de ele lhe entregar as capas, o missionário examinou seus bolsos e entregou uma cédula de $ 50,00 para Amy. Ele olhou para ela e disse: “Eu não sei como esse dinheiro chegou ao meu bolso, tome Amy você irá precisar. Certamente alguém da igreja colocou depois do culto e Deus sabia que iria precisar”. 
Que lição preciosa para Amy. Sim, ela podia confiar em Deus. Amy voltou para o carro chorando e agradecendo ao Senhor pelo seu cuidado. Antes de ir ao Brasil, ela precisava aprender duas lições:
1.     Confiar em Deus e não em Amy (Provérbios 3:5 e 6).
2.     O que Deus promete, Ele faz (Hebreus 10:23).
Finalmente em janeiro de 1955, ela chegou a Fortaleza. Geraldo e outros missionários estavam no aeroporto. Desde agosto que Amy e Geraldo se correspondiam como amigos. Crendo então que era plano de Deus para servi-lO juntos como marido e mulher, ficaram noivos no dia 15 de fevereiro. No dia 14 de junho de 1955 casaram numa pequena igreja no centro de Fortaleza. Nenhum parente deles estava presente, mas eles ficaram felizes com a presença dos missionários. Foram morar em Messejana.
Foi difícil para aprender a língua e graças a Deus que as pessoas foram pacientes com ela e muitas vezes lhe corrigia. Certa vez, Amy explicando como Jesus foi crucificado disse: “Soldados tomaram pregadores (ao invés de pregos) e pregaram as mãos e pés de Jesus numa cruz”. Ninguém riu e ela só soube do seu erro quando Geraldo lhe contou, depois quando estava em casa.

Terminando um ano de estudos da língua, o casal viajou para Santa Quitéria, onde permaneceram três meses. Amy gostava de visitar as famílias e fazer amizades. Quando as pessoas souberam que ela era enfermeira começaram a lhe pedir ajuda. 

Um dia, uma mocinha chegou com as duas mãos queimadas. Ela tinha ido ao posto de Saúde e falaram que ela nunca mais usaria suas mãos. Ela era bordadeira e isso a deixou muito triste. Entretanto todos os dias, Amy tratava de suas mãos e quando sarou, ela fez exercícios nos dedos. Isto deu oportunidade para Amy compartilhar do amor de Deus com essa jovem. 
E antes do casal sair de Santa Quitéria, aquela jovem bordou um lenço para Amy. Ela podia usar suas mãos. Para Deus tudo é possível.
Em novembro de 1956, eles foram morar em Tauá e ficaram um ano trabalhando na Igreja Bíblica. Amy ensinavam as mulheres e treinavam pessoas para ensinar as crianças na Escola Bíblica Dominical. Foi nessa cidade que eles tiveram uma provação muito grande. Seu esposo Geraldo adoeceu do abdômen. Sentia fortes dores que não conseguia nem dormir. Amy chamou um médico e ele não descobriu o que causava as dores. Ele passou um remédio, mas não serviu de nada. Então ele deu uma injeção para ele dormir. Ele conseguiu dormir e ela ficou ao lado dele à noite toda medindo sua pressão arterial. Amy orou ao Senhor pedindo seu auxílio. 

Quando amanheceu o dia, Geraldo abriu os olhos e disse que a dor era tão forte que ele queria morrer. Naquele momento, alguém na porta, era D. Ester, uma senhora crente no Senhor Jesus e Amy pediu que ela fosse chamar o médico. O médico veio e pediu para que Geraldo e Amy fossem junto com o prefeito de avião para Fortaleza. Somente Deus podia fazer isso e Ele fez. Ficaram um mês em Fortaleza e graças a Deus, Geraldo se recuperou.

Deus lhe mostrou mais uma vez a verdade de Provérbios 3:5 e 6: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas”. Sim, podemos confiar em Deus. Confiar em Deus implica você lançar sua vida diária sob os cuidados, a proteção e vontade daquele que sabe o que é melhor para você. Confie sempre no Senhor.

Produzindo Frutos para o Senhor

Capítulo IV
Depois de passar um ano nos Estados Unidos, foram morar em Massapé (1959-1963). Foram os primeiros a levar o Evangelho nessa cidade. O povo tinha medo de fazer amizade com eles por que os líderes da religião deles não permitiam. Com o tempo algumas pessoas mostraram interesse, mas ficaram com medo de tomar uma decisão ao lado de Cristo. 
Uma delas era uma jovem chamada Zélia que morava em Fortaleza e estava passando as férias em Massapé. Ela foi assistir ao culto e pela primeira vez ouvir sobre o Senhor Jesus que tinha morrido pelos seus pecados. Naquela noite ela recebeu a Jesus e não disse nada para ninguém porque estava com medo. Quando voltou para Fortaleza contou para seus pais sobre sua decisão. Seu pai não gostou e disse pra ela fazer uma escolha: Deixar de ser crente ou sair de casa. 
Que escolha difícil para Zélia. Ela saiu de casa, encontrou uma igreja evangélica e foi morar com uma família dessa igreja. Zélia cresceu nos caminhos do Senhor e a Igreja pagou tudo para ela estudar no Instituto Bíblico Betel em João Pessoa. Quando estava no último ano de seus estudos, ela escreveu uma carta para Geraldo e Amy. 

Na carta ela agradecia por eles terem ido a Massapé para ela poder ouvir o Evangelho. Que benção! Que alegria para eles. Deus estava mostrando o fruto do seu trabalho.
“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que no Senhor, o vosso trabalho não é vão” 1 Coríntios 15:58.
Depois que saíram de Massapé, eles foram morar na Vila Paraguai (Jijoca). Já estavam com dez anos de casados e não tinham filhos. Contudo estavam orando que Deus lhes desse uma criança brasileira para adotar. Então no dia 03 de junho de 1965 viajaram para Fortaleza para falar com o doutor Silas para ele os ajudasse na adoção de um menino recém-nascido.  
Amy também ia ajudar à missionária Jina que ia ter seu terceiro bebê. Pastor Samuel e Jina já tinham dois filhos Filipe (Filipe Stucky –hoje missionário com sua esposa no Rio Grande do Sul) e Glória. Agora o terceiro era uma menina e ela nasceu no dia do aniversário de Amy. Os três filhos do casal foi Amy que ajudou no parto. No último parto, Jina precisou de uma transfusão de sangue e naquela época não tinha banco de sangue e Amy tinha o mesmo tipo de sangue da Jina e então o médico fez a transfusão. Poucos anos depois, Dr. Silas iniciou o banco de sangue em Fortaleza.

No dia 14 de junho, Geraldo e Amy falaram com Dr. Silas sobre o desejo de adotar uma criança. Dois dias depois, o médico deixou um bilhete na casa da Missão dizendo que tinha nascido um menino no dia 13 de junho no hospital São Lucas. Eles podiam pegá-lo no dia seguinte. No dia 17 de junho, Timóteo Jaime Bergen foi registrado como filho de Geraldo e Amy. O próprio Timóteo era exemplo de saúde, pois ele ajudou Amy a ensinar o povo a cuidar de uma criança. Exemplos: “Não faz mal chupar caju assim que tira do cajueiro, banhar-se na água quente pelo sol, vacinar-se (a vacina evita doenças), chupar manga e depois beber leite”.
Ainda na Vila Paraguai, a casa de Amy e Geraldo, tornou-se quase um posto de saúde. Ela fazia curativos, ponteava golpes de facadas e realizava partos. Havia um fazendeiro chamado José, ele era contra a Palavra de Deus e dizia que nunca iria precisar da ajuda deles. Entretanto, ele foi ferido e precisou ser tratado e sabe quem cuidou dele? A missionária Amy. Anos depois ele aceitou a Cristo e deu um testemunho dizendo que por causa do tratamento recebido com carinho e amor, ele ficou convencido que Cristo era real.
Saindo de Paraguai, Geraldo e Amy foram morar na casa da Missão em Fortaleza. Era um ministério bem diferente, eles iam cuidar de 11 estudantes filhos de missionários que moravam no interior do Ceará.
Foi nesse período no dia 25 de agosto de 1967, Dr. Silas disse que havia uma menina para eles no hospital São Lucas. Geraldo, Amy e os estudantes foram buscar Raquel Anna Bergen. Ela só pesava um pouco mais de 2 quilos, não queria comer e não chorava. 
Enquanto Amy cuidava de Raquel, uma das moças que lhe ajudava, chegou dizendo que o Timóteo havia engolido 21 comprimidos. Ele pegou o remédio em cima da mesa e engoliu. Ele só tinha dois anos e esses comprimidos podiam matá-lo. Graças a Deus que Amy tinha um preparo para lavar o estômago antes que os comprimidos se desmanchassem. Timóteo ficou tão assustado que prometeu que nunca mais iria tomar remédio sem antes perguntar a sua mãe. Deus salvou a vida dele.
A cidade de Cruz foi o próximo campo missionário nos ano de 1970 a 1980. Geraldo era pastor das igrejas bíblicas de Cruz e Acaraú. Amy ensinava Raquel e Timóteo em casa, atendia muitas pessoas na área da saúde e era conselheira da mocidade. Amy sempre contava com a ajuda de sua grande amiga, filha e irmã em Cristo, Iracy que veio morar com eles desde os 18 anos.
Certa vez quando Amy estava em Fortaleza para fazer uma consulta, a missionária Rita a levou para a casa de uma professora da Academia Batista, que estava sofrendo de problemas emocionais. 
Então chamaram um psicólogo, Dr. José Maria do Nascimento, mas a professora não quis falar com ele porque ele não era crente. Ele mandou dizer que era médico do hospital Batista e que tinha a mesma crença dela. Amy passou a semana cuidando da professora e o Dr. José Maria também. Amy falou pra ele que estava muito feliz em conhecer um psicólogo crente. 
Como a professora não melhorava, eles tiveram que mandá-la de volta para os Estados Unidos. Dois dias antes, Dr. José Maria perguntou a Amy como ele podia saber a vontade de Deus para vida dele. Amy abriu a Bíblia e leu alguns versículos e naquele momento ele pediu perdão a ela e disse que não era crente e que só falar que era para poder ajudar a professora. E ainda falou: “Amy, eu lhe observei nesta semana. Como é que eu posso ter o que você tem?” E com muita disposição e alegria Amy explicou pra ele que Deus o amava e que tinha enviado Seu único Filho para morrer numa cruz pelos seus pecados. Ele fez muitas perguntas e pediu que Amy marcasse todos os versículos que ela tinha lido pra ele numa Bíblia que ele tinha.

Pastor Geraldo estava vindo à Fortaleza para buscar Amy e o Dr. José Maria queria conhecê-lo. Ele pediu ao casal que sempre fosse a sua casa quando tivesse em Fortaleza. Alguns meses depois, Amy e Geraldo foram aos Estados Unidos e lá recebeu uma carta do Dr. José Maria dizendo: “Meus prezados irmãos em Cristo”. A frase “irmãos em Cristo” chamou atenção do casal. Na carta Dr. José Maria contou que depois de lê a historia de Lázaro e que Jesus havia chorado com compaixão por Maria e Marta. Ele se ajoelhou ao lado da cama e aceitou Jesus como Salvador pessoal. Geraldo e Amy choraram enquanto liam a carta. Sim, Deus chamou mais um pecador para que “Vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça” João 15:16.

Apoiados nos Braços Eternos

Capítulo V
Quando retornaram dos Estados Unidos, novamente Geraldo e Amy foram convidados a tomar conta da casa da Missão e dos estudantes. Ficaram quatro anos nesse ministério. Seu filho Timóteo precisava ir aos Estados Unidos para continuar seus estudos. A despedida foi muito difícil, mas Amy sabia que ele precisava ir. Deus tinha um plano para a vida de Timóteo, pois na faculdade ele conheceu uma jovem chamada Judy e se casaram no ano de 1987. Geraldo e Amy participaram do casamento. Judy estava cursando um curso de enfermagem.

Naquele mesmo ano, Amy foi ao médico receber alguns exames de sangue e o médico disse que ela tinha câncer no sangue. Foi um choque para todos. No mesmo dia ela começou a tomar quimioterapia. Eles fizeram algumas perguntas: “Podemos voltar para a Obra Missionária no Brasil? Sentirei reações? O remédio vai ajudar? Quantos anos terei de vida”? A resposta foi: Não sabemos, temos que esperar. Foi muito difícil e eles choraram. Então eles se ajoelharam ao lado da cama e dedicaram novamente suas vidas nas mãos de Deus. O versículo que confortou bastante foi Jeremias 29:11 “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal para vos dar o fim que desejais”.
Deus sempre faz o melhor para seus filhos, seja pela vida ou pela morte. O dia que eles receberam essa notícia do médico era uma quarta-feira, dia de culto de oração e estudo bíblico. O texto que o pastor leu foi em Salmo 55:22 “Confia os teus cuidados ao Senhor, e Ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado”.  

Eles foram fortalecidos com a Palavra do Senhor. O médico tinha dito que eles poderiam retornar ao Brasil, se em Fortaleza tivesse laboratório que fizesse os exames necessários. Na providência de Deus, em setembro o Dr. Marinaldo e sua esposa Sofia chegaram a casa deles para visitá-los e Sofia tinha um problema de saúde e foi consultar o médico de Amy. 
Quando o médico viu os exames que ela tinha feito em Fortaleza, ficou animado.  Alguns exames eram os mesmos que Amy precisava fazer. Eles podiam voltar ao Brasil. Deus é digno de toda confiança. Eles louvaram ao Senhor por essa grande benção. Sabemos que podemos confiar em Deus, mesmo não compreendendo as provações e aflições em nossas vidas.
Voltaram à Fortaleza no dia 04 de julho de 1988. Pr. Geraldo foi pastorear a Igreja Bíblica de Pajuçara e também assumiu o cargo de Deão Acadêmico no SIBIMA (Seminário e Instituo Bíblico Maranata). 
Amy era professora dos jovens na Escola Bíblica Dominical e continuava seu ministério como enfermeira. 
Certo dia, Amy foi chamada ao hospital César Cals para assistir uma cirurgia complicada de uma jovem chamada Márcia Silveira, uma jovem crente da Igreja Bíblica de Acaraú. Todos os dias Amy ia ao hospital para cuidar dela. Numa madrugada Amy foi chamada urgente para ir ao hospital. Márcia estava com hemorragia e estava perdendo sangue tão rápido que a transfusão de sangue não resolveu. Muitos médicos estavam cuidando dela. De vez em quando Márcia falava para Amy: “Eu sei que estou morrendo e vou para o Céu estar com Jesus. Por favor, Dona Amy, conta o caminho da salvação para os médicos, fale de Jesus”.  
Amy não sabe quantas vezes orou com ela e contou o plano de salvação para os médicos. Márcia só tinha 18 anos e sempre dava um bom testemunho de uma vida transformada por Jesus. 
Hoje ela estar no Céu com Jesus. Deus sempre dava oportunidade para Amy cuidar de pessoas na hora que estavam passando por uma experiência muito difícil. Tuty foi uma dessas, ela era professora no SIBIMA, e foi Amy que deu a notícia que ela tinha câncer. Tuty sabia que Amy entendia o que estava sentindo. Ela também está nos braços eternos do Senhor Jesus.
Depois de servir a Deus no Brasil por 43 anos, Pr. Geraldo e D.Amy estavam se aposentando como missionários nesse país. Eles saíram do país no dia 08 de junho de 1996. 
Ao chegaram aos Estados Unidos, o Senhor providenciou tudo o que eles precisavam. Compraram uma casa e as pessoas de uma igreja deram os móveis e objetos necessários para a casa. Só Deus podia fazer isso. E passando mais de um ano morando perto da casa de Raquel, eles foram morar perto da casa de Timóteo e assim podiam fazer parte da vida dos netos, Adriana, Joel e Olívia.

Eles são membros duma igreja onde Geraldo é um dos presbíteros e tem o privilégio de pregar e ensinar na Escola dominical. Em agosto de 2002 eles organizaram e lideraram uma Escola Bíblica de Férias, quase todos os jovens da igreja participaram. Amy sempre dar graças a Deus pelo seu esposo. Ele apoiou no ministério de enfermagem, nunca impediu que ela fosse atender uma pessoa doente, e muitas vezes, numa emergência ajudava com o enfermo. Às vezes, ele também ficava sozinho e cuidava dos filhos.
Eles louvam a Deus pelas bênçãos que Ele tem dado todos os dias. DEUS É FIEL! Aquele que confia no Deus eterno, como seu grande refúgio, sentirá a realidade da Sua promessa que diz: “O que habita no esconderijo do altíssimo à sombra do onipotente diz o Senhor: Meu refúgio e baluarte, Deus meu, em quem confio” Salmos 91:1 e 2.

Você também pode confiar em Deus. Ele é amoroso, o nosso refúgio e fortaleza na angústia. Se você sente o chamado para a Obra Missionária, saiba que Ele mesmo vai dar a direção no momento certo e você será uma benção. Lembre-se de que você sempre estará apoiado nos braços eternos de Jesus.

Últimas notícias do Pastor Geraldo e Amy Bergen

Em 2008 passamos 5 meses servindo como diretor e professor do Instituo Bíblico Antioquia e Amy ajudando nas necessidades medicais do povo.  Antes da nossa viagem Timóteo e esposa, Judy, indicaram que eles desejam que nós fazemos uma mudança para viver perto deles.  Eles disseram que nós estávamos chegando perto de 80 anos de idade e queriam cuidar de nós quando for necessário. Timóteo mora na casa pastoral de Broaddlands Bible Church localizada mais ou menos 12 quilômetros da cidade de DeRidder, Louisiana.

Milagrosamente uma casa vizinha da casa pastoral se tornou de venda logo antes da nossa viagem ao Brasil.  Nós logo resolvemos comprar a casa.  Já moramos na casa por seis anos.  Concernente nossa saúde – Começo com Amy.  Você sabia que ela teve câncer do sangue por muitos anos tomando quimioterapia de vez em quando.  Isto piorou muito três anos atrás.  O oncologista mudou o tipo de quimioterapia várias vezes.  Os efeitos laterais são significantes.  O que ela te difícil ainda ela tem um tipo de demência que progressivamente pouco a pouca está afeitando sua memória.  Ela não pode mais tomar as responsabilidades domésticas.  Ela pode ajudar, mas eu assumi estas responsabilidades.  
Graças a Deus ainda podemos viver independente.  Estamos assistindo todos os cultos e fazemos as compras e outras necessidades.  Estamos agora com 85 anos de vida e Deus tem nos abençoado sobremaneira.  Minha saúde, considerando minha idade, está bem.  Eu tive problemas cardíacos e tenho dores nas costas e outros limites mas posso funcionar bem.  Eu participo no ministério pela internet respondendo perguntas bíblicas no programa chamado gotquestions.org/portugues.  
Amy e eu fomos privilegiados sobre maneiro no ministério de Deus e damos graças a Deus.  Desejamos que Ele seja glorificado.

No dia 16 de fevereiro de 2017, Deus levou Amy para o Lar Celestial. Agora ela está com o Senhor e um dia vamos nos encontrar lá no Céu.














Leia Mais...