"Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a Mim, porque dos tais é o reino dos céus." Senhor Jesus Cristo
Mateus 19:14
RSS

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Dicas para lidar com quem tem câncer


Todos que enfrentam o câncer encontram muito apoio dos amigos, familiares e irmãos em Cristo. Durante esse período senti o amor de Deus através de várias pessoas que me visitaram ou mandaram mensagens. O fato do câncer acontecer na minha vida não é algo que eu possa mudar ou controlar. O que eu possa controlar é a minha atitude diante dele.
A doença mexe muito com o emocional e às vezes ficamos desanimados e tristes.
Gostaria de compartilhar algumas dicas para você evitar falar ou mandar mensagem para a pessoa que está enfrentando essa doença.

1. Nunca diga:" Eu sei como você se sente!"
Não você não sabe! Só quem já enfrentou sabe o que você está sentindo naquele momento. Então se você nunca teve câncer - jamais fale isso.
2. Você não poderia ter feito alguma coisa para prevenir a doença?
Esse tipo de pergunta não ajuda em nada. Ultimamente minha alimentação era saudável e caminhava três vezes na semana. Sempre gostei de dormir cedo e descansar depois do almoço. Não faça a pessoa carregar uma falsa culpa.
3.Será que Deus não queria que você desse uma parada? Você sempre está fazendo alguma coisa.
Tenho certeza que esse não foi o motivo que Deus permitiu o câncer. Sempre tirei tempo para descansar e passear.
4. Jamais convide para assistir filme que fala sobre pessoas que teve câncer.
Esse tipo de filme deixa a pessoa mais deprimida embora que alguns trate de alguém que foi curado.
Uma pregação ou meditação com esse tema seria o ideal.
5. Não fique enviando vídeos ou mensagens com temas: "A cura do câncer" ou "Alimentos que ajudam no combate ao câncer".
A intenção é boa, entretanto a mente da pessoa ainda está se acostumando com a doença e não está preparada para ouvir certos vídeos. Eu pessoalmente recebi vários vídeos repetidos. O melhor que você deve fazer é falar pessoalmente com a pessoa sobre esses temas.
6. Não diga que a pessoa tem sorte de sofrer de um tipo de câncer e não de outro, o que minimiza o sofrimento pelo qual a pessoa está passando.
Naquele momento especialmente no início da descoberta da doença, ela não precisa ouvir isso. É melhor você citar ou ler versículos de encorajamento.
7. Eu não sei o que faria se eu tivesse câncer! Deus sabe o que faz. Ainda bem que você é forte.
Essas frases não encorajam em nada. A força que tive e tenho é somente pela graça de Deus porque o tratamento não é nada fácil.
8. Não fale que o "Cabelo é de menos"
Perder o cabelo de um dia para outro não deve ser nada fácil. Quando a médica me disse que eu ia fazer quimioterapia a primeira coisa que veio na minha mente foi a queda do cabelo. Graças ao Senhor que o meu cabelo não caiu. Para a mulher, muito mais do que a estética, o cabelo representa boa parte da identidade feminina.
9. Não fique contando o tempo todo experiências de pessoas que teve câncer. 
Cada caso é um caso. Deus trata cada um individualmente. Jamais esquecerei de duas cartinhas que recebi do Pr. Paulo Cezar (Grupo Logos) e do Pr. Francisco.
Pr. Paulo Cezar escreveu: "Nas mãos do Senhor somos conduzidos em Sua vontade. Por isso, não se compare. Nossas vidas e experiências são tão únicas quanto nossas digitais...Uns se encontram com Deus mais cedo, outros mais tarde, mas nada foge ao controle e cuidado do Senhor".
Pr. Francisco: "Nesse momento costumam vir as comparações que, na maioria das vezes, traz sofrimento desnecessário. Não considere as possibilidades, não se detenha nos casos que você conhece e nos que ainda surgirão. Apegue-se ao que é verdadeiro, apegue-se o que você sabe. Pratique o conhecimento que você tem de Deus".
10. Jamais diga: Você ainda faz planos e consegue trabalhar?
O que me ajudou bastante durante o tratamento foi manter o foco em Deus e não na doença. Olhar para frente e pensar no futuro no Céu e em como glorificar ao Senhor enquanto viver.
Foi o período que mais tive oportunidade de evangelizar adultos através de folhetos. Aproveitei o tempo também para confeccionar em casa vários materiais para evangelismo de crianças.
11. Quando a pessoa estiver na Igreja não fique falando sobre a doença.
Eu contava os dias para chegar sexta-feira para não ter que ir ao hospital nos finais de semana, e ansiava o dia em que eu poderia ir à Igreja para esquecer um pouco a doença. Eu sei perfeitamente que a pessoa se preocupava e só queria o meu bem, mas não me ajudava em nada falar sobre a doença.

"Quero trazer à memória o que pode me dar esperança"
Lamentações 3:21

5 comentários:

José Firtado disse...

Excelentes dicas

DEBORA MENEZES disse...

Dicas maravilhosas para nos orientar, muitas vezes a falta de experiencia em determinado assunto nos faz agir de forma errada, mas com algumas orientações de quem sabe podemos fazer do modo correto.

Erasmo Carlos Nogueira Santiago disse...

O que me consola na minha angústia é isto: que a tua palavra me vivifica. Sl 119:50

Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. Isaías 41:10

Erasmo Carlos Nogueira Santiago disse...

"Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado." Sl 55:22

Naninho disse...

eu sempre admirei você....não exclusivamente agora por causa do câncer....você tem sido uma pessoa temente a Deus, que tem se dedicado a obra de Deus, ao ministério....tem sido e é um bom exemplo pra outras jovens cristãs....desde do tempo que conheci você em Limoeiro que te admiro muito e é maravilhoso porque somos irmãos em Cristo.....continue sendo essa grande serva de Deus que tem sido, assim como Deus já trabalhou na vida de muitos servos dEle que foram fiéis e está trabalhando na sua vida, está lhe dando forças cada dia pra continuar a vida cristã e testemunhar do amor dele.....a maneira como Ele usa cada um de nós é diferente e é Ele que capacita cada um. Que o nosso Deus continue lhe guiando a cada dia

Postar um comentário