"Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a Mim, porque dos tais é o reino dos céus." Senhor Jesus Cristo
Mateus 19:14
RSS

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Golfinhos

Busco desvendar
Esses mamíferos amáveis
Esperto, brincalhões
Simpáticos e velozes

 Habitantes do alto mar
Resvalam-se soltos
Fazendo bonita exposição
Mergulhando após no mar

Tento entender sua inteligência
Sendo uma espécie curiosa
Seguem os barcos para advertir
Do perigo em tempo de nevoeiro

Criaturas sensíveis ao amor
 Valiosos auxiliares subaquáticos
Dormem pela metade do cérebro
Deixando a outra metade ativa

Procuro entender
A matança desses seres
Que carecem do nosso apoio
Para resguardar da crueldade

Da busca que me perturba
Deparei que só há um fato a fazer
Ganhar os pescadores pra Jesus
E Conscientizá-lo dessa perversidade

Golfinho com seu sorriso sem ruído
Não merece ser extinto

Darlene Alencar Oliveira



                                                                                                                          

Um comentário:

Vandyrene Sousa disse...

Amei Darlene! É muito bom vê alguém falando assim, de uma das belas e meigas criaturas que o nosso Deus criou.

Postar um comentário