"Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a Mim, porque dos tais é o reino dos céus." Senhor Jesus Cristo
Mateus 19:14
RSS

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Chuva



Quando ela vem
O céu fica fechado
Nevoeiro alto e espesso
Ventos colossais
Galos cantam mais alto que o habitual
As andorinhas voam inquietas
Os sapos coaxam

Então ela chega
De leve
Depois extensa
Estrondosa
Temporária
E quando silenciosa
Transborda rios

Excelente momento
Para escrever um poema
Tomar um café
Pensar em coisas boas
Enaltecer a Deus
Interceder pelos amigos

Notando que...
O Criador fez as nuvens
Chuva serôdia que rega a terra
Produzindo as estações frutíferas
Tudo no seu preciso tempo

Chuva...Presente de Deus

Darlene Alencar Oliveira




6 comentários:

Anônimo disse...

Que lindo...parabéns missionária.

Áurea disse...

Gostei, poetisa de Jesus! Que Ele continue te usando, minha irmã.

Wlassak disse...

Cara irmã Darlene
Permita-me uma crítica construtiva (Se criticares um sábio, o farás mais sábio ainda. Se criticares um tolo, farás um inimigo - provérbio judeu)...

Seu poema tem uma temática linda, que pode ser desenvolvida com muitas figuras de pensamento. Vejo que você escolheu o estilo de poesia livre. portanto sem métrica e sem rimas - neste caso você abriu mão da sonoridade e da cadência que tanto valorizam as poesias na sua forma.
Vejo que você desenvolveu um enredo, com o progressivo desenrolar do evento metereológico. Poderia enriquecer o poema, com referência às crianças brincando na chuva, a memórias de todos nós, à sede da terra sendo aplacada, às alegrias e tristezas causadas pela chuva. Sua conclusão começa com "notando que..." - creio que não foi muito feliz esta abordagem, pois este é o clímax do poema, e poderia ter usado termos mais gloriosos, triunfantes, arrebatadores....afinal, estás falando de Deus!!
Já fiz algumas poesias na minha juventude e de vez em quando a veia poética flui na minha pena... e gostaria que visse estas observações do ponto de vista de alguem que também gosta de escrever e compartilhar...
Grande abraço

Thomas

Bill Baker disse...

Muito lindo!

Roberta disse...

Consegui ler, linda poesia! (pra variar!)

Karen Rachel disse...

Linda e relaxante sua poesia, como sempre!!!
Beijos e saudades

Postar um comentário